• Autor Hamid Dabashi
  • Ilustrador
  • Coleção Ensaio
  • ISBN 9789898864130
  • PVP 19,99 € (IVA incluído)
  • preço fixo até fim de dezembro de 2018
  • 1ª Edição julho de 2017
  • Edição atual
  • Páginas 368
  • Apresentação capa mole
  • Dimensões 135 x 205 x 18 mm
  • Idade

Kojin Karatani, Roberto Fernandez Retamar, Cornell West ? reconhece algum destes nomes? Não?

É natural, infelizmente.

A Filosofia diz ser a busca do conhecimento, solta de quaisquer constrangimentos. No entanto, até a análise mais superficial revela que, sempre que se coloca um pé fora da tradição europeia, existe um preconceito enraizado nas suas fundações - por exemplo: enquanto a filosofia europeia é, simplesmente, conhecida como «filosofia», a filosofia africana é, não raras vezes, referida como «etnofilosofia». A tradição filosófica europeia, pura e simplesmente, não se mostra capaz de assumir o vasto contributo de pensamento original que floresceu fora do pedigree do seu território.

Neste ensaio, Hamid Dabashi reúne um conjunto único e lúcido de reflexões sobre a atualidade e o papel que a Filosofia desempenha na análise da mesma, defendendo que o único modo de lidarmos com os problemas com que a Humanidade se depara é eliminando esse olhar etnográfico limitado, deixando de encarar os pensadores não-europeus como meros subordinados.

Hamid Dabashi é professor de Estudos Iranianos e Literatura Comparada na Universidade de Columbia, em Nova Iorque. Nascido no Irão, em 1951, doutorou-se em Sociologia da Cultura e Estudos Islâmicos na Universidade de Pensilvânia, em 1984, seguindo-se o pós-doutoramento na Universidade de Harvard.

Escreve regularmente para meios de comunicação social como o The New York Times, Al-Ahram ou CNN.